Dicas de nutrição eficazes para a deficiência de vitamina D3: o que deve comer

Dicas de nutrição eficazes para a deficiência de vitamina D3: o que deve comer

Introdução

Vitaminas são essenciais para o nosso corpo funcionar corretamente. Entre elas, a Vitamina D3 merece destaque por sua importância e por ser um nutriente que muitos de nós têm em falta. Vamos analisar a questão: o que comer para a deficiência de vitamina D3?

O que comer para a deficiência de vitamina D3?

Quando tratamos de vitaminas, é importante saber quais alimentos consumir para aumentar a oferta desse nutriente no nosso organismo. No caso da vitamina D3, os peixes gordos, como arenque, cavala e salmão, são uma excelente fonte. Também podemos destacar o óleo de fígado de bacalhau (óleo de peixe), a gema do ovo, os cogumelos comestíveis e os alimentos fortificados, como a margarina. É importante mencionar que a vitamina D encontra-se em quantidades muito pequenas nos alimentos de origem vegetal.

Que frutas e legumes contêm vitamina D3?

Muitas pessoas perguntam sobre vegetais e frutas que contêm vitamina D3. Nesse caso, é interessante citar o abacate, cogumelos e o cacau. E se você é vegan, não se preocupe. Existem atualmente muitos suplementos de vitamina D baseados em vitamina D3 de origem vegetal. Você pode aprender mais sobre esses suplementos em nosso blog "vitamina D3 vegetal".

Que alimentos são ricos em D3?

Além dos alimentos já citados, existem outros que são ricos em vitamina D3. Em geral, os alimentos ricos em gorduras saudáveis, como peixes e ostras, assim como o fígado bovino, queijos e gemas de ovo, são fontes ricas desta vitamina. No entanto, é importante dosar o consumo desses alimentos, pois uma overdose de vitamina D3 pode ser prejudicial.

O que é um predador da vitamina D?

Não são somente os alimentos que influenciam os níveis de vitamina D em nosso corpo. Existem certas influências que podem ter um efeito negativo no metabolismo desta vitamina. Entre eles estão alguns medicamentos (como os para epilepsia e câncer, e a cortisona) e remédios à base de plantas, como a erva de São João.

O que ajuda rapidamente com a deficiência de vitamina D?

Além de uma alimentação adequada, a exibição ao sol pode auxiliar a repor os níveis de vitamina D. O organismo pode produzir vitamina D por si próprio, a partir da pele mediante a radiação UV-B do sol. De modo geral, expor o rosto, as mãos e os braços ao sol, descobertos e sem proteção solar, durante alguns minutos, cerca de 2 a 3 vezes por semana, é suficiente. Para mais detalhes sobre a vitamina D e a sua dosagem ideal, visite nosso post sobre dosagem de vitamina D3.

Conclusão

A alimentação correta e a exposição solar equilibrada são as melhores estratégias para evitar a deficiência de vitamina D3. No entanto, em alguns casos, a suplementação pode se fazer necessária. Para isso, é sempre importante o acompanhamento de um profissional de saúde. Lembre-se: vitamina D é vital para a sua saúde!

Voltar para o blogue

Declaração de exoneração de responsabilidade: As informações contidas neste artigo foram compiladas de boa fé e têm apenas um objetivo informativo. Não substitui o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Consulte sempre o seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado em caso de dúvidas sobre o seu estado de saúde.