Probióticos para a colite ulcerosa: quais são os melhores?

Probióticos para a colite ulcerosa: quais são os melhores?

Uma doença intestinal crônica, como a colite ulcerativa, sem dúvida, é uma grande carga para a saúde. A medicina vem se interessando cada vez mais pela utilização de probióticos como parte do tratamento. Mas que tipo de probióticos é melhor para a colite ulcerativa? As seguintes informações devem fornecer uma panorâmica das opções possíveis.

Quais probióticos são usados para colite ulcerativa?

Existem vários tipos de probióticos que podem ser usados para a colite ulcerativa. Uma opção bastante comum é a estirpe Escherichia coli Nissle 1917. Essa estirpe foi cuidadosamente escolhida porque se provou útil ao longo dos anos na melhoria dos sintomas de doenças intestinais. Uma flora intestinal equilibrada é, afinal, a chave para melhorar a digestão e reduzir o desconforto.

Quais bactérias intestinais para inflamação intestinal?

No tratamento de uma inflamação intestinal, como a colite ulcerativa, os bifidobactérias e lactobacilos são vitais. Estes probióticos são preferidos por sua capacidade de manter um equilíbrio bacteriano saudável no intestino. Além disso, os bifidobactérias fazem parte da flora intestinal natural que ajuda na digestão.

Quais probióticos para problemas intestinais?

Dependendo do tipo de doença intestinal, há diferentes recomendações para probióticos. Para a colite ulcerativa, geralmente uma combinação de vários probióticos diferentes pode ser útil. O Lactobacillus GG e o Saccharomyces boulardii também mostram efeitos positivos.

O que piora a colite ulcerativa?

Muitos alimentos e hábitos podem agravar os sintomas da colite ulcerativa. Estes incluem, em particular, açúcar, carboidratos de digestão rápida (como produtos de panificação claros) e álcool. Este último pode sobrecarregar o sistema digestivo e enfraquecer o sistema imunológico, o que piora ainda mais a situação.

O que é mais eficaz contra a colite ulcerativa?

Diferente dos probióticos, que podem ajudar a aliviar os sintomas, os dois medicamentos mais comumente usados para a colite ulcerativa são as aminosalicilatos e os corticoides. Além disso, os imunossupressores, que reprimem a atividade do sistema imunológico, podem ajudar a influenciar positivamente o curso da doença.

No final das contas, uma combinação equilibrada de probióticos e medicamentos pode ajudar a controlar a colite ulcerativa. No entanto, é importante sempre consultar um médico antes de iniciar um novo suplemento ou mudar sua dieta, pois cada organismo reage de maneira diferente a tratamentos específicos.

Voltar para o blogue

Declaração de exoneração de responsabilidade: As informações contidas neste artigo foram compiladas de boa fé e têm apenas um objetivo informativo. Não substitui o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Consulte sempre o seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado em caso de dúvidas sobre o seu estado de saúde.