Probióticos para o mau hálito: quais são os que realmente ajudam?

Probióticos para o mau hálito: quais são os que realmente ajudam?
Mau hálito ou halitose é uma condição desagradável que pode afetar seriamente a confiança de uma pessoa. Uma das maneiras mais eficazes de combater e prevenir o mau hálito é através do uso de probióticos. Interagindo com o microbioma oral, alguns probióticos podem desempenhar um papel crucial no combate ao mau hálito.

Quais probióticos ajudam a combater o mau hálito?

Vários estudos mostraram que certos tipos de bactérias probióticas podem ajudar a combater o mau hálito. Incluem-se entre estas bactérias Lactobacillus salivarius, Lactobacillus reuteri, Streptococcus salivarius e Weissella cibaria. Estes probióticos podem ajudar a reduzir o mau hálito, deslocando os microorganismos indesejáveis na boca e mudando o equilíbrio microbiano em favor de bactérias saudáveis.

Quais probióticos usar para o mau hálito?

Um probiótico específico, Lactobacillus salivarius Oral S1, tem um papel importante na luta contra o mau hálito. Este probiótico pode ajudar a mudar o equilíbrio das bactérias na boca a seu favor, deslocando os microorganismos indesejáveis e promovendo o crescimento de bactérias úteis, o que contribui para a redução do mau hálito.

Quais bactérias intestinais causam mau hálito?

Existem algumas bactérias intestinais que podem causar mau hálito, e outras que podem ajudar a combatê-lo. Entre elas estão Lactobacillus salivarius, Lactobacillus reuteri, Lactobacillus acidophilus, Streptococcus salivarius e Weissella cibaria. Weissella cibaria mostrou que pode inibir a produção de compostos de enxofre voláteis, que causam o mau hálito.

O que fazer contra o mau hálito do intestino?

Para combater o mau hálito que se origina do intestino, é importante manter uma flora intestinal saudável. Uma maneira de conseguir isso é através da alcalinização do intestino. Evite alimentos processados e opte por frutas e vegetais nutritivos. Uma dieta regular e equilibrada pode ajudar a prevenir um estômago ácido e, assim, o mau hálito.

O que fazer contra o mau hálito de origem fecal?

Mau hálito de origem fecal pode indicar uma higiene bucal inadequada. Portanto, é essencial escovar os dentes, espaços interdentais e a língua regularmente e completamente. Beber bastante água também é importante para estimular a produção de saliva, que ajuda a limpar a boca e prevenir o mau hálito.

Conclusão

Embora o mau hálito seja um problema comum, existem várias maneiras de combatê-lo efetivamente. Uma dessas maneiras é o uso de probióticos. Entendendo quais probióticos ajudam a combater o mau hálito e como eles funcionam, você pode tomar uma decisão informada para enfrentar este problema.

Voltar para o blogue

Declaração de exoneração de responsabilidade: As informações contidas neste artigo foram compiladas de boa fé e têm apenas um objetivo informativo. Não substitui o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Consulte sempre o seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado em caso de dúvidas sobre o seu estado de saúde.