Quais os probióticos que ajudam na psoríase? Um guia

Quais os probióticos que ajudam na psoríase? Um guia

A psoríase ou dermatite seborreica é uma doença de pele inflamatória crónica, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. O papel dos probióticos no tratamento da psoríase tem ganho crescente importância nos últimos anos, à medida que a ligação entre a pele e o intestino é cada vez mais evidenciada. Este artigo explora a relação entre a psoríase e o microbioma intestinal, destacando os benefícios de probióticos específicos no tratamento desta doença.

O espelho do corpo: o intestino e a pele

Existe uma ligação clara entre a saúde do intestino e a saúde da pele. Na psoríase, há uma alteração na diversidade microbiológica da pele, com uma sub-representação marcante de certas bactérias, como Cutibacterium, Burkholderia e Lactobacillus, e uma super representação de outras bactérias como Corynebacterium, Neisseria, Finegoldia e certos tipos de fungos.

O que o corpo com psoríase carece?

Pessoas com psoríase muitas vezes apresentam deficiência de nutrientes importantes, como as vitaminas A, C, D e E. Os compostos vegetais obtidos principalmente de frutas e vegetais podem diminuir o risco de surtos e estabilizar a pele. Portanto, uma alimentação adequada e equilibrada desempenha um papel importante no tratamento da psoríase.

Quais probióticos são bons para a pele?

O consumo de determinadas cepas de bactérias probióticas pode influenciar positivamente o microbioma da pele. Estudos apontam que cepas probióticas como Lactobacillus acidophilus W22, W37 e W55, bem como Bifidobacterium bifidum W23 podem promover a saúde da pele.

Quais probióticos para a dermatite seborreica?

Os mesmos probióticos podem também auxiliar no tratamento da dermatite seborreica. Tanto um ingrediente tópico (um extrato não-vivo da bactéria Vitreoscilla filiformis) como um probiótico oral (L. paracasei) conseguiram melhorar os sintomas, diminuindo a vermelhidão e as inflamações na pele.

O que beber para a psoríase?

É essencial estar bem hidratado. Ao consumir pelo menos 1,5 litros de água ou bebidas sem açúcar por dia, você garante uma hidratação adequada, o que ajuda a manter a saúde da pele.

Que vitamina falta na psoríase?

Além dos ácidos graxos ômega-3 anti-inflamatórios, várias vitaminas podem melhorar a condição da pele. As vitaminas A, C, D e E, juntamente com fitoquímicos, podem reduzir o aparecimento de surtos de psoríase e ajudar a estabilizar a pele.

Quais as bactérias do intestino são benéficas para problemas de pele?

O consumo de determinadas cepas de bactérias pode influenciar positivamente o microbioma da pele. Cepas probióticas como Lactobacillus acidophilus W22, W37 e W55 e Bifidobacterium bifidum W23 têm sido associadas a uma melhoria da saúde da pele. Os resultados de pesquisas sugerem que eles poderiam ser particularmente benéficos para pessoas com problemas de pele.

Conclusão

Em resumo, existe uma ligação estreita entre a saúde intestinal e a saúde da pele, e a aplicação deste conhecimento pode ajudar no tratamento de doenças como a psoríase. Os probióticos específicos, juntamente com uma hidratação adequada e uma dieta equilibrada, podem contribuir significativamente para melhorar a saúde da pele. É sempre aconselhável discutir alterações na dieta ou o uso de suplementos com um profissional de saúde

Voltar para o blogue

Declaração de exoneração de responsabilidade: As informações contidas neste artigo foram compiladas de boa fé e têm apenas um objetivo informativo. Não substitui o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Consulte sempre o seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado em caso de dúvidas sobre o seu estado de saúde.