Que probióticos podem ajudar na dermatite atópica?

Que probióticos podem ajudar na dermatite atópica?
Probióticos são microrganismos vivos que, quando consumidos em quantidades adequadas, promovem benefícios à saúde do seu hospedeiro. Essas pequenas bactérias e leveduras benéficas exercem diversos efeitos positivos em nossa saúde, incluindo a saúde da nossa pele. Neste artigo, vamos discutir os probióticos que podem ter um papel importante na dermatite atópica e como eles funcionam.

Qual é o papel dos probióticos na dermatite atópica?

Os probióticos, especialmente os tipos Lactobacillus rhamnosus LB21 e Lactobacillus rhamnosus SP 1, podem ser uma alternativa eficaz no tratamento da dermatite atópica. Estudos clínicos demonstraram que a aplicação tópica desses dois tipos de probióticos pode aliviar eficazmente a dermatite atópica em adultos acometidos.

Quais probióticos são bons para a pele?

Vários estudos revelaram que determinados tipos de bactérias podem influenciar positivamente o microbioma da nossa pele. Em particular, os tipos Lactobacillus acidophilus W22, W37 e W55, bem como Bifidobacterium bifidum W23, parecem ser promissores para fortalecer a saúde da pele.

Que bactérias intestinais estão em falta na dermatite atópica?

Na dermatite atópica, frequentemente observa-se um desequilíbrio da microbiota cutânea, com uma forte redução das bactérias amigáveis à pele, bifidobactérias e lactobacilos. Isso permite que espécies de bactérias prejudiciais, como a Staphylococcus aureus, se proliferem e possivelmente causem problemas de pele.

Quais probióticos para o eczema?

Os tratamentos probióticos podem ser benéficos também para doenças de pele como eczema seborreico. Tanto a aplicação tópica (com o extrato não vivo da bactéria Vitreoscila filiformis) quanto a ingestão de um probiótico oral (Lactobacillus paracasei) demonstraram melhorar os sintomas em estudos, incluindo redução de vermelhidão e inflamação.

Conclusão

Os probióticos podem ser uma maneira eficaz de tratar e prevenir algumas doenças de pele, como a dermatite atópica. Eles promovem o equilíbrio das bactérias benéficas na pele e a protegem contra bactérias prejudiciais. No entanto, é importante estar ciente de que nem todos os probióticos são iguais e que os efeitos podem variar de tipo de bactéria para tipo de bactéria. Sempre converse com um dermatologista ou especialista antes de começar a tomar probióticos.

Voltar para o blogue

Declaração de exoneração de responsabilidade: As informações contidas neste artigo foram compiladas de boa fé e têm apenas um objetivo informativo. Não substitui o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Consulte sempre o seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado em caso de dúvidas sobre o seu estado de saúde.